25 de mar de 2011

Análise Antropológica – Filme Gran Torino

Nenhum comentário

Como havia relatado em um posts passado, nós faríamos uma prova na terça sobre o filme Gran Torino, mas como não havíamos terminado de assistir tivemos que fazê-lo e não restou tempo para concluir o exercício. A professora, que pediu que fizessemos um texto com algumas palavras e expressões citadas por ela, adiou o prazo de entrega para ontem [24/03] e todos concluímos, espero que com perfeição, nossas atividades. A seguir a nossa análise antropológica sobre o filme:

Explique como as relações entre os personagens de Gran Torino se transformaram no decorrer da história. Utilize conceitos como cultura, diferença, diversidade cultural, etnocentrismo e relativismo cultural.

Análise Antropológica – Filme Gran Torino

A história principal do filme gira em torno de uma grande diversidade cultural. Walt um americano aposentado, e muito etnocêntrico, apresenta grandes dificuldades em aceitar as diferenças culturais que o cercam. Ele mora em um bairro onde o multiculturalismo é muito amplo, e não consegue se privar de seus preconceitos para ter um bom relacionamento com seus vizinhos, o que torna um homem mais solitário.
Ao decorrer do filme ele começa a se relacionar com uma das famílias vizinhas, os descendentes chineses Hmong, e a entender um pouco da cultura desse povo. Com a convivência, Walt se sente cativado e se vê como um protetor dessa família, começando a abrir mão de seus próprios paradigmas e enxergando aquele povo como igual, características típicas do relativismo cultural.

Seu comentário é muito importante, obrigada!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial